pe.abra

A decisão do Governo do Estado de prorrogar as medidas restritivas que já estão em vigor desde o dia 6 de junho preocupa a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Pernambuco (Abrasel-PE). Atualmente, o decreto permite que esses estabelecimentos funcionem restritivamente – das 10h às 20h durante a semana, com funcionamento máximo de 10 horas, e das 9h às 17h ou das 10h às 18h nos fins de semana.

Segundo a Abrasel, isso condena o setor, comprometendo a sobrevivência dos estabelecimentos. O presidente da Abrasel em Pernambuco, André Luiz Araújo, afirma que o horário de funcionamento estabelecido pelo estado não atende à demanda dos clientes.

Fonte: CBN RECIFE

Comentários