Feriados do ano ajudam nas vendas


Bares, restaurantes e shoppings fazem contas positivas com excesso de dias parados em 2017 que levam pernambucanos e turistas ao lazer

ANDRÉ CLEMENTE - Diario de Pernambuco

Alguns setores da economia de Pernambuco antecipam as expectativas positivas do calendário de 2017, cheio de feriados e feriadões. São pelo menos dez durante o ano. O segmento de bares e restaurantes já prevê movimentação mais otimista neste ano de recuperação, depois de dois anos de crise intensa. As articulações do trade turístico, inclusive, levam em conta o lazer dos pernambucanos e a chegada de turistas no estado. Os shopping centers também são do time dos otimistas. Esperam que os feriados tenham a relevância do domingo, que, no ranking de vendas, é o segundo ou o terceiro melhor dia da semana.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), André Araújo, explica que o lazer de forma geral será beneficiado e os bares e restaurantes são parte essencial nessa dinâmica. “Está dentro da nossa cultura de entretenimento fazer alguma atividade nos feriados e nos tempos livres, seja passear, confraternizar ou reunir um grupo para comer fora de casa”, explica. “Em relação ao turista que vem a Pernambuco, é ainda mais abrangente. A gente entra no circuito natural do turista, que vem a passeio ou para cuidar de negócios.”

Araújo disse que os feriados movimentam de forma integrada todo o trade do turismo. Agências de viagem, hotéis, bares e afins atualmente têm uma agenda comum que otimiza o aproveitamento do fluxo de turistas que passa por aqui. “Fizemos uma parceria com a Empetur para ter acesso à pauta de eventos e a associação poder se antecipar para participar com parcerias, cortesias, descontos e evento de boas-vindas aos turistas. E, neste ano de feriados, teremos margem para trabalhar isso.”

O presidente da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce), Paulo Carneiro, destaca o mix de opções dos shoppings como diferencial para as estimativas serem positivas em 2017. “Além do varejo, os shoppings têm serviços e atividades de lazer, que naturalmente operam em horários acima dos de lojas. Porém, os feriados podem trazer retornos bastante positivos na demanda das lojas de produtos e serviços, pelo ganho de fluxo de pessoas”, aponta. Segundo ele, as características dos feriados podem render faturamentos semelhantes aos domingos. “Hoje, o domingo fica sempre em segundo ou terceiro em vendas na semana, depois do sábado, que é imbatível.”

Fonte: Diario de Pernambuco