Preço e praticidade fazem do delivery de comida a escolha ideal para quem quer empreender

A entrega em domicílio ultrapassou barreiras e hoje vai muito além do delivery de pizzas, é possível pedir comida no box, fitness e até versões mini de salgados para festas. O setor vem crescendo tanto que em 2015 registrou um faturamento de R$ 9 bilhões, 12,5% a mais do que no ano anterior

Tendo em vista a recessão econômica, se alimentar fora de casa está saindo cada vez mais caro para os brasileiros. De acordo com o ultimo IPCA-15, divulgado pelo IBGE e considerando uma prévia pela inflação, esta prática ficou em média 0,93% mais caro em maio. Mas como se trata de um setor indispensável para a população, a opção do delivery se torna um diferencial, já que oferece praticidade e economia, já que é bem mais barato e seguro do que ter sair para comer fora de casa.

Seja por comodidade, falta de tempo ou qualquer outro motivo, o setor de delivery e “to go” – quando o consumidor compra um alimento e o consome em outro local, como é o caso do drive thru – encerrou 2015 com faturamento de R$ 9 bilhões, um crescimento de 12,5%. Segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Não é só o consumidor que economiza ao pedir um delivery. Para quem quer abrir o próprio negócio no setor alimentício, apostar na entrega em domicílio também é uma maneira de cortar investimentos, uma vez que não é necessário ponto comercial estratégico para se ter uma operação e ainda é possível economizar com mesas, espaço, toalhas, garçons, entre outros benefícios.

Com um infinito leque de opções que vai além da tradicional entrega de pizza, o empreendedor pode escolher por exemplo, por investir na entrega de comida caseira no box. Já para os que gostam de uma alimentação saudável, existe a entrega de comida de SPA em casa. Outra opção para os mais festeiros são os mini salgados de festas.

Delivery de mexido mineiro no box

Há quatro anos, a Mineiro Delivery oferece comida no estilo mexidão mineiro com jeito caseiro e servida na caixinha. Além da comodidade oferecida ao cliente que recebe sua refeição onde estiver, o modelo de servir na caixinha, garante frescor, sabor e preserva a qualidade e temperatura dos alimentos, já que em geral esta é a grande queixa dos consumidores que optam pelo sistema delivery. COSTELINHASão mais de 20 opções de pratos. Todos eles podem ser pedidos pelo telefone. O mais famoso é o de costelinha, que tem como ingredientes arroz, feijão, costelinha, tomate, bacon, ovo, azeitona, cebola e couve.

Com duas unidades pilotos e 30 comercializadas, a Mineiro Delivery quer levar suas caixinhas para todas as regiões do país e a expectativa é chegar a 100 unidades até o final do ano. Em quatro meses, a rede Mineiro Delivery registrou um faturamento de mais de R$ 1 milhão e a expectativa é faturar mais R$ 4 milhões este ano. Para se tornar um franqueado da Mineiro Delivery, é necessário realizar um investimento inicial de R$ 105 mil. Mais informações sobre a rede podem ser obtidas pelo site www.mineirodelivery.com.br

Delivery Fitness

Para aqueles que querem apostar em formatos mais fitness, o delivery de comida saudável é uma opção. Com o slogan “Comida de spa na sua casa”, a Light Food Way conta com um cardápio variado de mais de 50 pratos de comida balanceada, hipocalóricas ou hipossódica (com menos sal). A rede oferece aos clientes um atendimento personalizado, montando dietas especificas de acordo com as necessidades de cada um.

O consumidor pode optar por refeições completas (café da manhã, colação, almoço, café da tarde, jantar e ceia) ou simplesmente um almoço light. Também são comercializados pratos congelados e voltados para dietas especiais como a low carb (menos carboidrato), sem glúten e detox.

A Light Food Way espera atingir 30 unidades até 2016. Para se tornar um franqueado, é necessário realizar um investimento inicial de R$ 99.900,00 para uma loja padrão ou R$ 20.000,00 para uma franquia Light (disponível apenas para grande São Paulo).

Mais informações através do site www.lightfoodway.com.br

Delivery de mini porções de salgados de festas

A rede Vovó Kel, que oferece salgados, doces e bolos, é ideal para festas em residências e confraternizações. Há 45 anos, Dona Cleuza idealizadora do negócio, iniciou sua profissão de boleira e salgadeira na cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, para sustentar a família. Suas iguarias eram tão deliciosas, que com o passar dos anos, Vovó Kel se transformou em marca e referência na região, o que trouxe pessoas interessadas em revender seus salgados e suas receitas especiais.

Essa atmosfera de sucesso familiar virou uma excelente parceria que se encaminhou para o franchising. Hoje, a rede Vovó Kel atende um nicho de mercado muito promissor no cenário nacional - o de alimentação. Seu diferencial é manter-se atualizada com novidades a cada ano, gerando procura por seus produtos em locais variados, oferecendo mini salgados para quem gosta de reunir os amigos e familiares.

A rede que hoje conta com 18 unidades espera chegar a 100 até 2019, para isso conta com Master Franqueados para auxiliar na parte de expansão. O investimento é de R$ 69.900 para loja de rua e R$ 89.900 para loja de shopping. Para mais informações: www.vovokel.com.br

Fonte: Segs