Donos e funcionários de bares, restaurantes e lanchonetes do Distrito Federal promoveram nesta quinta-feira (15/8) do Grito das Panelas, uma forma de protesto para reivindicar mais segurança, melhorias no transporte público, e a desoneração da folha de pagamento dos funcionários. Cerca de 200 estabelecimentos participam da distribuição de 1.100 quentinhas na Rodoviária do Plano Piloto.Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Distrito Federal, Jaime Recena, a principal reivindicação é a desoneração da folha de pagamento para diminuir os custos das empresas. “Com a desoneração, os custos serão reduzidos e com certeza vamos poder vender mais e com preço barato. Todo mundo ganha”, explicou.Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília, Clayton Machado, a desoneração da folha é um dos principais objetivos, mas existem várias reivindicações. “Queremos segurança dos clientes nos bares e restaurantes, transporte de qualidade para os funcionários e [resolver] a questão de o cliente ter desconto quando paga com dinheiro”.
Raimundo Viana, 64 anos, soube da distribuição de marmitas, pegou um ônibus para a rodoviária e foi almoçar. Para ele, a ideia de sensibilizar a população para a causa ajuda na resolução do problema. “Se toda a população se engajar nas manifestações, o governo resolve mais rápido”, concluiu.

Fonte : Correio Braziliensehttp://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2013/08/15/interna_cidadesdf,382705/grito-das-panelas-pede-desoneracao-da-folha-de-pagamento-dos-restaurantes.shtml