Abrasel-PE promove Semana Solidária da Criança

 

Até a próxima sexta (05/10) a associação levará crianças para um dia diferente em restaurantes do Recife

 

A Abrasel-PE promove, até sexta (05), a Semana Solidária da Criança, que vai levar crianças com idade entre 08 e 12 anos para passar um dia diferente em alguns restaurantes associados. Nesta primeira edição serão 100 beneficiados, que fazem parte do grupo de jovens do Instituto Social das Medianeiras da Paz – ISMEP, entidade que atua promovendo atividades de cidadania, saúde e educação com crianças e adolescentes de comunidades carentes.

Durante a semana, quatro restaurantes vão receber as crianças, e, além de oferecerem uma refeição com a culinária do estabelecimento, vão realizar atividades recreativas com a garotada. Para Valter Jarocki, diretor executivo da Abrasel-PE, a Semana Solidária da Criança é um projeto que deve crescer a cada ano. “A Abrasel está sempre envolvida com a responsabilidade social, e realizar uma ação como esta é praticar a cidadania. Nós, como empresários do setor, queremos ver este projeto crescer”, declarou.

A Semana Solidária é uma ação de âmbito nacional, e acontece simultaneamente em todas as seccionais da Abrasel no Brasil. Para participar, os restaurantes associados do Recife se cadastraram junto a Abrasel-PE, que selecionou quatro deles para esta primeira edição. Serão o Papacapim, o Julietto, o Tio Pepe e o Plim, todos localizados no bairro de Boa Viagem.

Para Rose Guareschi, diretora-presidente do Julietto, a ação é uma forma de despertar o interesse dessas crianças para o mundo da Gastronomia. “Esse ato de trazer crianças para conhecer nosso espaço promove uma mudança de hábito e um aprendizado. Aqui, eles vão conhecer a cozinha e a dinâmica do restaurante. Isso faz com que esses jovens comecem a pensar em uma futura profissão, em ser chef de cozinha, cozinheiro, etc”, avalia Rose. “Isso é uma atitude de responsabilidade social que todo empresário deve ter. Queremos mostrar para essas crianças, que vão fazer diferença no nosso país, que elas podem ser muitas coisas se estudarem e seguirem uma profissão”, acrescenta a diretora, que vai receber um grupo de 25 crianças em seu estabelecimento.

O projeto conta com a parceria da DLH Design na criação das peças gráficas, da FacForm e da Microart na impressão do material, e da Luck Viagens no transporte, que disponibilizou ônibus para o translado das crianças.